Livros

BIBLIOGRAFIA GERAL, ANÁLISES E ESTUDOS

ABREU, Miriam Santini de. Quando a palavra sustenta a farsa: o discurso jornalístico do desenvolvimento sustentável. Florianópolis: Editora  da UFSC, 2006.

BARROS, Antonio Teixeira e SOUSA, Jorge Pedro. Jornalismo e ambiente: análise de investigações realizadas no Brasil e em Portugal. Porto: Edições Universidade Fernando Pessoa, 2010.

GIRARDI, Ilza; SCHWAAB, Reges  (org.). Jornalismo Ambiental: desafios e reflexões. Porto Alegre: Editora Dom Quixote, 2008.

LUFT, Schirley. Jornalismo, Meio ambiente e Amazônia: os desmatamentos nos jornais O Liberal do Pará e A Crítica do Amazonas. São Paulo: Annablume, 2005.

COSTA, Luciana Miranda. Comunicação e Meio Ambiente: a análise das campanhas de prevenção a incêndios florestais na Amazônia. Belém: UFPA/NAEA, 2006.

MONTERO SANDOVAL, José María. El medio, en los medios: teoría y práctica del periodismo ambiental. Madrid. Arteletra. 2004.

PARRAT, Sonia. Medios de comunicación y medio ambiente. Madrid: Editorial Fragua, 2006.

RAMOS, Luis Fernando Angerami. Meio ambiente e meios de comunicação. São Paulo: Annablume/FAPESP, 1995.

ROSA, Gonçalo Pereira. A Quercus nas notícias: a consolidação de uma fonte não oficial nas notícias de ambiente. Porto: Porto Editora, 2006.

SANTAMARINA CAMPOS, Beatriz. Ecología y poder: el discurso medioambiental como mercancía. Madrid: Catarata, 2006.

SOUSA, Cidoval M. (org.). Jornalismo científico & desenvolvimento regional: estudos e experiências. Campina Grande: EDUEPB, 2008.

SCHMIDT, Luísa. Ambiente no Ecrã: Emissões e demissões no serviço público televisivo. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais, 2003.

TRIGUEIRO, André (org). Meio ambiente no século 21. Rio de Janeiro: Sextante, 2003.

BIBLIOGRAFIA ESPECÍFICA

BUENO, Wilson da Costa. Comunicação, jornalismo e meio ambiente: teoria e pesquisa. São Paulo, Marajoara Editorial, 2007.

CAHÁN ALCOLEA, Carlos. Últimas tendencias en el periodismo ecológico. Madrid: Ediciones FIE, 2008.

CALVO HERNANDO, Manuel. Teoria e Técnica do Jornalismo Científico. São Paulo: USP, 1970.

CALVO HERNANDO, Manuel. Manual de periodismo cientifico. Barcelona: Bosch, 1977.

DENCKER, Ada de Freitas Maneti.; KUNSCH, Margarida Maria Krohling. Comunicação e Meio ambiente. São Paulo: Intercom, 1996.

GIRARDI, Ilza Maria Tourinho. O jornalismo ambiental nos cursos de jornalismo. In: Tendências  na Comunicação 4. Porto Alegre:  RBS/LPM, 2001.

GIRARDI, Ilza Maria Tourinho. Periodismo ambiental, ética e ciudadania.  In: BACCHETTA, Victor L, coord. Ciudadania Planetária. Montevideo: IFEJ/FES, 2000.

LAYRARGUES, Philippe  Pomier. A Cortina de fumaça: o discurso empresarial verde e a ideologia da racionalidade econômica. São Paulo: Annablume, 1998.

MARQUES DE MELO, José (org). Mídia, Ecologia e Sociedade. São Paulo: Intercom, 2008.

NELSON, Peter. Dez dicas práticas para reportagens sobre o meio ambiente. Brasília: WWF, 1994.

PEREIRA, Ariane; KNUPPEL, Aparecida; MORES, Fernanda de; FERNANDES, Márcio.. (Org.). Retratos midiáticos do meio ambiente: gestos de interpretação. 1 ed. Guarapuava/PR: Ed. Unicentro, 2008, v. 1.

TRIGUEIRO, André (org). Mundo Sustentável: abrindo espaço na mídia para um planeta em transformação. São Paulo, SP, Brasil: Editora Globo, 2005.

VENTURA, Zuenir. Chico Mendes: crime e castigo. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.

VILAS BOAS, Sérgio (org). Formação & informação ambiental: jornalismo para  iniciados e leigos. São Paulo: Summus, 2004.

SOBRE MEIO AMBIENTE E ECOLOGIA

BACCHETA, Víctor L. Ciudadania Planetária. Montevideo: International Federation of Environmental Journalists, 2000.

BOFF, Leonardo. Saber Cuidar. Petrópolis: Vozes, 1999.

BONES, Elmar; HASSE, Geraldo. Os Pioneiros da Ecologia. Porto Alegre: Já Editores, 2002.

CAPRA, Fritjof . A Teia da Vida: Uma Nova Compreensão Científica dos Sistemas Vivos. São Paulo: Cultrix, 1998.

CAPRA, Fritjof .  As Conexões Ocultas: Ciência para uma Vida Sustentável. São Paulo: Cultrix, 2002.

CAPRA, Fritjof .  O Ponto de Mutação. São Paulo: Cultrix, 1982.

CARNEIRO, Augusto. A História do Ambientalismo. Porto Alegre: Sagra Luzzatto. 2003.

CARSON, Rachel. Primavera Silenciosa. São Paulo: Melhoramentos, 1964.

CARVALHO, Isabel Cristina de Moura. A Invenção Ecológica: Narrativas e Trajetórias da Educação Ambiental no Brasil. Porto Alegre: Editora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2001.

CIMADEVILLA, Gustavo, comp. Comunicación, tecnología y desarrollo/Comunicação, tecnologia e desenvolvimento. Córdoba: Universidad Nacional de Río Cuarto, 2004.

FUCKS, M. Arenas de ação e debate públicos: conflitos ambientais e a emergência do meio ambiente enquanto problema social no Rio de Janeiro. Dados, Rio de Janeiro, v. 41, n.1, 1998.

GIDDENS, Anthony. As conseqüências da modernidade. São Paulo: Editora UNESP, 1991.

GUATTARI, Félix. As Três Ecologias. Campinas: Papirus, 1999.

GRÜN, Mauro. A produção discursiva sobre educação ambiental: terrorismo, arcaísmo e transcendentalismo. In: VEIGA-NETO (org.) Alfredo. Crítica Pós-estruturalista e Educação. Porto Alegre: Sulina, 1995. p.159-184

HANNIGAN, John. Sociologia ambiental: a formação de uma  perspectiva social.Lisboa: Instituto Piaget, 1995.

IANNI, Octavio. A Era do Globalismo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1997.

LATOUR, Bruno. Políticas da natureza: como fazer ciência na democracia. Bauru, SP: Edusc, 2004.

LATOUCHE, Serge. Sobrevivir al desarrollo. Barcelona: Icária Editorial, 2004.

LEFF, Enrique. Epistemologia Ambiental. 4 ed. São Paulo: Cortez, 2006.

LEIS, Héctor Ricardo. A modernidade insustentável: as críticas do ambientalismo à sociedade contemporânea. Petrópolis, RJ: Vozes; Santa Catarina: UFSC, 1999.

LOVELOCK, J.E. Gaia: um novo olhar sobre a terra. Rio de Janeiro: Edições 70, 1989.

LUTZENBERGER, José  A.  Fim do futuro? manifesto ecológico brasileiro. Porto Alegre: Movimento, 1976.

MINC, Carlos. Ecologia e Cidadania. São Paulo: Editora Moderna, 1998.

MORIN, Edgar. A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.

MORIN, Edgar. Os Sete Saberes Necessários à Educação do Futuro. São Paulo: Cortez; Brasília:UNESCO, 2001.

MORIN, Edgar; KERN, Anne Brigitte. Terra-Pátria. Porto Alegre: Sulina, 2002. 184p.

MONTIBELLER FILHO, Gilberto. O mito do desenvolvimento sustentável: meio ambiente e custos sociais no moderno sistema produtor de mercadorias. 2. ed. rev. Florianópolis: Ed. da UFSC, 2004.

NASCIMENTO, Elimar Pinheiro do; VIANNA, João Nildo de Souza (orgs.). Economia, meio ambiente e comunicação. Rio de Janeiro: Garamond, 2006

NOVAES, Washington. A Década do Impasse. São Paulo: Estação Liberdade: Instituto Socioambiental, 2002. 382p.

PELIZZOLI, M.L. Correntes da Ética Ambiental. Petrópolis: Vozes, 2003.

PONTING, Clive. Uma História Verde do Mundo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1995.

PORTILHO, Fátima. Sustentabilidade ambiental, consumo e cidadania. São Paulo: Cortez, 2005.

RICARDO, Beto e CAMPANILLI, Maura (org.). Almanaque Brasil Socioambiental: uma nova perspectiva para entender a situação do Brasil e a nossa contribuição para a crise planetária. São Paulo: ISA, 2007.

SERRES, Michel. O Contrato Natural. Lisboa: Instituto Piaget, 1990.

SHIVA, Vandana. Biopirataria: a pilhagem da natureza e do conhecimento. Petrópolis: Vozes, 2001.

SOARES, André Geraldo. A natureza, a cultura e eu: ambientalismo e transformação social. Blumenau: Edifurb; Itajaí: Editora da Univali, 2003.

SORHUET GELOS, Hernán Luis. El mediador Social de este Siglo. Educación Ambiental, n.9, v.3 , diciembre 2001, México, SEMANARP-UNAM

UNGARETTI, Wladymir Netto. Contribuição ao Estudo das Relações entre Empresariado e Ambientalistas através de uma Análise de Conteúdo do Jornal Gazeta Mercantil. Florianópolis: UFSC, 1996.

UNGER, Nancy Mangabeira. O Encantamento do Humano: Ecologia e espiritualidade.São Paulo: Loyola, 1991.

URBAN, Teresa. Missão (Quase) Impossível: as aventuras e desventuras do movimento ambientalista no brasil.  São Paulo: Peirópolis, 2001.

URBAN, Teresa, comp. Em Outras Palavras: meio ambiente para jornalistas. Curitiba: SENAR-Pr/SEMA. 2002.

2 ideias sobre “Livros

  1. Pingback: úteis listas verdes «

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s