O desastre ecológico do Golfo do México em perspectiva: a tragédia nigeriana

Foto: George Esiri/Reuters

Marcos Palácios destacou, no blog do GJol, texto de John Vidal, o Editor de Ecologia do Guardian. Em meio ao desastre ecológico do Golfo do México, com o derramamento de petróleo que segue há semanas, tendo sido uma das principais pautas da imprensa mundial nesse período, Vidal pede que as cosias sejam colocadas em perspectiva. Nos chama para uma “espiadela” no que acontece na Nigéria, fornecedora de 40% do petróleo importado pelos Estados Unidos. Lá, diz ele, o desastre ecológico é permanente (e invisível para o mundo). Leia aqui.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s